quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Sossego

Me rendo ao desejo e tiro os sapatos, ando pelo gramado de um lindo jardim, esqueço das horas e compromissos. Fecho os olhos, deixando os outros sentidos falarem por mim. Sinto o vento assanhando meus cabelos. Ouço lindos passarinhos fazendo sua orquestra alegre, assim como o sol em meu rosto, recarregando todas as minhas energias. O aroma das flores me seduz como um bolo em um fim de tarde. 
Deito na relva, deixando me levar pela sublime sensação de sossego, esvaziando a cabeça de todas as preocupações e colocando em seu lugar incentivo, solução e desembaraço. 
Não quero perder essa conexão maravilhosa que nos faz continuar, dando a chance de errar, amar, rir, fazer novas amizades e buscar a felicidade, que é o bem mais bonito que o ser humano possa ter. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário