sábado, 11 de abril de 2015

A pessoa que você não vê

Enquanto você me ignora,
Escrevo cartas de amor.
Enquanto você se importa com tão pouco,
Olhos sorriem e passos são dados sem demora.
Enquanto você me ignora,
Sonho acordada com um futuro incerto,
Ou procuro motivos para cantar.
Seus olhos estão focados em outra paisagem,
Que me recuso a participar.
Meu coração rebelde pulsa por aventuras
Trilhas sonoras para enfim caminhar.
Enquanto você acredita em um futuro de margarina,
Tenho ambições inaceitáveis para uma boa garota
E opiniões que você nem imagina
Enquanto você me ignora,
Um pássaro foge de suas mãos

E segue para bem longe de você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário